Últimas Notícias
Guarapari

Leo de Castro não participará das eleições 2022

Empresário filiado ao PSDB em março chegou a ser cotado, mas decidiu não se candidatar a nenhum cargo.



Mesmo tendo sido intensamente cotado para ser candidato a vice-governador ou a 1º suplente de senador, o ex-presidente  da Federação de Indústrias do Espírito Santo (Findes) decidiu abrir mão de qualquer candidatura. A vaga de 1º suplente foi a hipótese que mais ganhou força, sendo sondado para a chapa da senadora Rose de Freitas (MDB), concorrente à reeleição, que tem o apoio da federação formada por PSDB e Cidadania.

Com a permissão da direção estadual, Leo de Castro poderia se candidatar para concorrer à algum mandato pelo PSDB, mas o empresário preferiu continuar focado em seus assuntos e negócios empresariais.

Na última quinta feira (28), foi realizada uma convenção estadual do PSDB no Centro de Convenções de Vitória, em que o partido aprovou, em ata, uma coligação com o MDB de Rose e apoio à reeleição da senadora. Mas o partido não indicou nenhum nome para compor a chapa de Rose como 1º ou 2º suplente. O PSDB não está discutindo o assunto no momento.

Dessa forma, é provável que Rose preencha a 1ª e 2ª suplência com nomes indicados por outras siglas da extensa coligação que gira em torno da candidatura do governador Renato Casagrande (PSB) à sua reeleição e do ex-senador Ricardo Ferraço (PSDB) como seu vice.

Também é possível que o PT se resguarde ainda mais para tentar colocar um dos seus na chapa da senadora, afinal a própria senadora tem se aproximado bastante do partido e do ex-presidente Lula.

Durante a convenção, Rose disse que ainda não se decidiu se apoiará Lula ou Simone Tebet (MDB), candidata do próprio partido. Mesmo que a senadora tenha se encontrado com o próprio Lula  em São Paulo no último dia 18.

Na Ocasião, Eduardo Braga (AM), líder do MDB no senado, declarou que o partido apoiaria Lula nos estados representados naquele encontro (dentre eles, o Espírito Santo).



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário