Últimas Notícias
Guarapari

Morte de jovem por PM: inquérito aponta indícios de crime militar

Inquérito Policial Militar apontou indícios de crime de natureza militar e transgressão da disciplina por parte dos policiais militares que atuaram na ocorrência. PMs seguem afastados

As investigações sobre a morte do jovem por policiais militares após ter se rendido em São Pedro, Vitória, em abril foi concluído pela Polícia Militar do Espírito Santo. Segundo a PM, o Inquérito Policial Militar apontou indícios de crime de natureza militar e transgressão da disciplina por parte dos policiais militares que atuaram na ocorrência.


O jovem Weliton Dias Silva, de 24 anos, foi baleado por um policial militar na noite do dia 2 de abril. Ele levou dois tiros na região chamada beco da Sorte, em São José, na Grande São Pedro. Um vídeo que registrou a ação policial mostra que Weliton chega a levantar a camisa e colocar as mãos para cima, se rendendo, pouco antes de ser baleado. Nas imagens, não é possível ver nenhum armamento com a vítima, mas segundo o boletim de ocorrência ele estaria com uma submetralhadora.


Os dois policiais que participaram da ação seguem afastados das atividades policiais, segundo informou a PM. O Inquérito será encaminhado à Justiça, e a PM irá instaurar Procedimento Administrativo a fim de julgar a conduta disciplinar dos policiais militares envolvidos na morte do jovem.

Morte de jovem por PM: inquérito aponta indícios de crime militar
Weliton da Silva Dias foi morto em ação da PM. Foto: Divulgação


Na época da morte do jovem, o secretário de Segurança Pública, coronel Márcio Celante explicou que consta no boletim de ocorrência que a ação ocorreu em uma tentativa de abordagem dos PMs ao jovem. A imagem registrada em vídeo seria a segunda tentativa de abordagem, portanto a abordagem inicial não teria sido registrada.


O secretário disse, na época, que no boletim de ocorrência consta que a vítima estava com uma submetralhadora, mas não detalha onde ela estava. Ainda segundo o secretário de Segurança, a vítima tinha passagem pela polícia, com registro de oito detenções.


Da Redação
Por Portal ES Digital




« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário