Últimas Notícias
Guarapari

Bob Faria: a importância do foco, dentro e fora das quatro linhas

Quantas vezes vimos excelentes equipes perderem partidas que estavam sob seu controle simplesmente porque relaxaram antes da hora?


Recebi do amigo Rodrigo Carneiro, diretor da rede 98, um texto muito bom, inspirador, escrito por Luiz Marins. É sobre foco. Não vou reproduzi-lo aqui, até por questões de direitos autorais, mas quem quiser procurar, certamente o achará na internet.  Fala da experiência do autor na caçada de emus junto dos aborígenes na Austrália. Emus são como avestruzes, só para registrar.


Basicamente ele diz que, se você sair para caçar emus, não se deixe distrair pelas pegadas de outros animais que encontrar pelo caminho. Mesmo que pareçam mais promissoras e tentadoras, você saiu para caçar emus, se preparou para aquilo e é aquilo que deve buscar.


Se quiser outra coisa, em outro dia, em outra caçada, se prepare para essa outra coisa. Simples assim. Se você parar para olhar cada pegada diferente daquela que você está procurando, não caçará nem emus, nem nenhum outro bicho, e sua tribo passará fome.


É muito frequente que no mundo moderno nós tenhamos nosso foco completamente desafiado e frequentemente destruído pelo excesso de estímulo. A oferta é tão grande que a gente se perde num oceano de possibilidades. Mas, veja, o problema não está nas oportunidades, não está na oferta. Está na nossa capacidade (ou falta) de nos envolvermos com a nossa busca. Nossa capacidade de manter o foco.


Viver é fazer escolhas. Desde a hora que em que abrimos nossos olhos até o momento em que os fechamos definitivamente. E é muito fácil nos perdermos na caminhada. É muito fácil esquecer que cada escolha tem uma consequência.


Se você sai para caçar emus, e de repente está seguindo as pegadas de um canguru, se voltar para a tribo sem alimento, a culpa não é do emu, nem do canguru... É sua. E aí, mais uma vez vem o esporte mais popular do mundo nos ensinar o valor do foco. Do objetivo. De se fixar nele e só parar quando alcançá-lo.

Bob Faria: a importância do foco, dentro e fora das quatro linhas
Foto: Reprodução


Como você sabe, a palavra gol, vem do inglês "goal", que significa meta, objetivo... Então o jogo de futebol se resume a uma coisa: atingir o objetivo. Todo o resto é preparação, estratégia, planejamento e execução. Ou seja, para vencer é preciso se preparar, se planejar, ter o máximo de habilidades desenvolvidas e, principalmente, manter o foco! 


Quantas vezes vimos excelentes equipes perderem partidas que estavam sob seu controle simplesmente porque relaxaram antes da hora?  Por que em futebol, mais do que em outros esportes, muitas vezes o time mais aplicado, mesmo que inferior tecnicamente, pode ganhar um jogo? Porque pode faltar ao adversário a capacidade de manter a concentração no objetivo.


E assim, é na vida. Cada vez mais teremos ofertas. De entretenimento, de trabalho, de relações interpessoais, de tudo. O desafio é desenvolver a capacidade de traçar o seu objetivo, desenhar o seu gol, se envolver com os projetos que lhe sejam mais coerentes com o que você pensa da vida, e entregar suas habilidades integralmente àquela busca, com honestidade, empenho e foco. E no fim do dia, ou no fim da vida, voltar pra casa com aquilo que você foi buscar.


De Bob Faria
Por Portal ES Digital



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário