Últimas Notícias
Guarapari

Operação Policial apreende mais de 1.700 comprimidos de Ecstasy em Anchieta

As Polícias Civil e Militar de Anchieta desencadearam uma operação de combate ao tráfico e homicídios na região, na manhã desta terça-feira (11), com apoio de policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarapari, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e da cadela Aika, do K9 da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar, nos bairros Ubu e Praia de Parati, em Anchieta. A operação contou com o emprego de 40 policiais, entre civis e militares, e um total de 12 viaturas.

O resultado da ação foi a prisão de um suspeito de 26 anos e nas apreensões de dois revólveres calibre 38; nove munições; 1.760 comprimidos de ecstasy; uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22 e R$ 6.030,00, em espécie. 

Operação Policial apreende mais de 1.700 comprimidos de Ecstasy em Anchieta
A droga foi localizada dentro de uma caixa de papelão com auxílio do cão Wookie, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

“Essa ação, é mais uma operação com o foco na apreensão de armas ilegais, que muitas vezes são utilizadas por traficantes que cometem homicídios, na disputa pelo controle do tráfico na região”, afirmou a delegada Maria da Glória Pessotti, chefe da 10ª Delegacia Regional de Anchieta.

A delegada contou que em um dos locais de busca, em Praia de Parati, foi detido um suspeito de 26 anos na posse de um revólver calibre 38 com três munições. “Ele informou que a adquiriu para se proteger, pois, segundo ele, estaria sendo ameaçado. No local também foi apreendido R$ 600,00 e uma bucha de maconha, que o detido informou que era para consumo próprio”, afirmou.

O suspeito foi autuado, em flagrante, por posse ilegal de arma de fogo e posse de drogas pra consumo próprio e foi liberado para responder ao crimes em liberdade, após o recolhimento da fiança arbitrada pela autoridade policial.

Operação Policial apreende mais de 1.700 comprimidos de Ecstasy em Anchieta

Em um outro local de busca em Parati, com auxílio do cão Wookie, da Core, foram apreendidos 1.760 comprimidos de ecstasy; um revólver calibre 38, carregado com 6 munições; uma espingarda de fabricação caseira calibre 32; um coldre e R$ 5.430,00 em espécie.

“A casa havia sido revistada, e com o auxílio do cão fizemos novas buscas pela residência. O Wookie localizou 1.760 comprimidos de ecstasy em uma caixa de papelão dentro do armário. Um prejuízo para o tráfico de drogas, tendo em vista que a unidade é vendida em até R$ 100,00 em festas”, pontuou o agente de polícia Jorge Morgado, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).


Morgado destacou a importância dos cães como ferramenta importante no trabalho policial e frisou que a apreensão de drogas em investigações contra o tráfico concretiza e fortalece a investigação conduzida pela autoridade policial.

De acordo com o comandante da 10ª Companhia Independente, major Walter Araújo, a operação foi desencadeada após levantamentos realizados visando a coibir os crimes violentos no município de Anchieta.

“Os bairros Ubu e Parati foram alvo da ação, após denúncias da presença de criminosos ligados ao tráfico de drogas. Então, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar e da Polícia Civil atuaram de forma integrada para buscar as informações detalhadas que resultaram em mandados de busca e apreensão em alguns endereços”, explicou Araújo.

Operação Policial apreende mais de 1.700 comprimidos de Ecstasy em Anchieta

Também de forma integrada, foram realizadas as buscas que levaram à localização de drogas e armas pertencentes à organização criminosa. Todas as provas serão apresentadas à justiça para que por meio do devido processo legal, os envolvidos possam ser responsabilizados por suas condutas. “Contamos sempre com apoio da comunidade para continuar trazendo informações que possam auxiliar no controle do tráfico de drogas e outros crimes”, salientou o major.

Da Redação
Por Portal 27



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário