Últimas Notícias
Guarapari

Espírito Santo não tem mais cidades em risco extremo

O 53º Mapa de Risco Covid-19 terá vigência desta segunda-feira (3) até o próximo domingo (9)

Dos 78 municípios capixabas, 56 estão classificados em risco alto e 22 em risco moderado para a transmissão do novo coronavírus. Não há cidades em risco extremo no Espírito Santo. O 53º Mapa de Risco Covid-19 terá vigência desta segunda-feira (3) até o próximo domingo (9). O anúncio foi feito durante pronunciamento do governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), na noite desta sexta-feira (30).

Espírito Santo não tem mais cidades em risco extremo


Depois de mais de dois meses, o estado voltou a registrar taxa de transmissão do novo coronavírus abaixo de 1. Os dados apontam que há uma queda na contaminação de pessoas, o que impacta diretamente na curva de óbitos e no número de internações. O governador reforçou que é necessário continuar seguindo os protocolos, uma vez que não há vacinação em massa, para continuar reduzindo as taxas no estado.

“Se não tomarmos cuidado, podemos de novo crescer na pandemia. Enquanto não tem vacina, precisamos tomar cuidados redobrados, senão podemos ter uma nova onda. A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 85,5%. Hoje abrimos mais leitos e anunciamos a abertura de mais leitos no Himaba, em Vila Velha. Ficou pronto então, a partir de segunda-feira, mais 15 leitos de UTI e 25 de enfermaria. Teremos 82 novos leitos lá”, disse Casagrande.

Espírito Santo não tem mais cidades em risco extremo

O governador flexibilizou o horário do funcionamento do comércio de rua e shoppings na próxima semana. “Dia das Mães é importante para todos nós, pela questão sentimental e cultura que se estabeleceu das famílias se encontrarem para comemorar. Também temos atividade de comércio muito intenso na semana que antecede a data. Devido a isso, mudaremos excepcionalmente o horário de funcionamento de comércio, tanto de rua, quanto shopping. De segunda a sexta, de 10 às 20h. No sábado, estamos permitindo funcionar de 8 às 18h porque a demanda de transporte público é menor”.

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

Risco alto: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Viana, Vila Velha e Vitória.

Risco moderado: Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Governador Lindenberg, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, Laranja da Terra, Marilândia, Mucurici, Ponto Belo, Rio Bananal, Santa Leopoldina, São Domingos do Norte, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

Da Redação
Por ES 360



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário