Últimas Notícias
Guarapari

Anthony Smith, do UFC, diz que luta contra ladrão em sua casa foi "uma das mais duras da sua vida"

Atleta, que já enfrentou Jon Jones, Thiago Marreta e Alexander Gustafsson, se espantou com a resistência do invasor aos seus golpes: "Nenhum ser humano normal resistiria àquilo. Thiago Marreta? Alexander Gustafsson? Jon Jones? Se você perguntar ao ex-desafiante ao cinturão dos pesos-meio-pesados do UFC Anthony Smith qual a luta mais dura da sua carreira, ele provavelmente citará alguém que sequer é de um atleta profissional, e pesa não os 93kg normais da sua categoria, mas sim cerca de 77kg. Seu nome? Luke Haberman, um ladrão que invadiu a sua casa por volta de 4h da manhã do último domingo e o enfrentou em luta corporal por mais de cinco minutos - tempo de um round de uma luta profissional de MMA - até que a polícia chegasse e o detivesse.

Anthony Smith, do UFC, diz que luta contra ladrão em sua casa foi "uma das mais duras da sua vida"

- Nenhum ser humano normal é capaz de lutar daquela maneira. Eu sei que não sou o cara mais durão do mundo, mas ele é um cara comum, e eu tive muita dificuldade para lutar com ele. Esse cara aguentou tudo o que eu descarreguei em cima dele - cada soco, cada joelhada, cada cotovelada. Ele aguentou tudo e continuou brigando comigo. Não estou mentindo quando digo que foi uma das lutas mais duras da minha vida - disse Smith em entrevista à "ESPN".

O atleta, que mora com as três filhas, a esposa e a sogra, contou que foi acordado pela sua mulher, que disse haver alguém dentro da sua casa. Smith saiu do quarto e ouviu a voz de um homem gritando o mais alto que podia. Quando entrou no corredor, Haberman estava na sala do computador, e começou a andar em sua direção, como se quisesse amedrontá-lo. Smith contou estar preocupado com a possibilidade do ladrão ter uma arma, e imediatamente derrubou-o no chão. Os dois começaram a lutar, enquanto sua esposa levava as crianças para outro quarto, trancando-se lá com elas.

- Eu estava disposto a morrer ali. Ninguém minimamente inteligente invade uma casa de madrugada sem estar armado. Quando essa pessoa invade, é para machucar alguém. Eu não sabia o que ele tinha nas mãos. Normalmente não entram na sua casa no meio da noite com boas intenções. Eu esperava ouvir o barulho de um tiro, ou que ele me esfaqueasse, porque ele tinha que ter alguma arma na mão. Eu sabia que tinha dois minutos antes de ele usar o que quer que fosse contra mim.

A sogra de Smith chegou a lhe entregar uma faca durante a briga, mas Haberman continuou resistindo. Após dominar o ladrão, Smith teve a ajuda dos policiais do Condado de Douglas, no estado americano de Nebraska, detivessem o invasor, que foi acusado do crime de invasão criminosa de propriedade particular. O lutador diz que viveu uma montanha russa de emoções após o fim do incidente, e revelou uma sensação de insuficiência ao perceber que, mesmo sendo um lutador profissional, e ser muito maior que o criminoso, teve dificuldades para lidar com a sua reação e resistência.

- Um lutador sempre se acha um cara durão. Eu não me sinto assim. Me sinto um pouco insuficiente. Não sabia que era possível sentir tanto medo. Felizmente a minha família está bem e ninguém se feriu.

Anthony Smith tem compromisso contra o brasileiro Glover Teixeira no dia 25 de abril, quando fará a luta principal do evento do UFC inicialmente marcado para a cidade de Lincoln, em Nebraska, mas que deverá acontecer em outra locação, por conta da pandemia do corona vírus.

- Agora eu tenho que me concentrar na luta, e fazer o que é preciso para cuidar do meu emprego no UFC. Glover está pronto para lutar, está treinando, então vamos lá.

UFC Fight Night
25 de abril de 2020, em local a ser anunciado
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-pesado: Anthony Smith x Glover Teixeira
Peso-mosca: Antonina Shevchenko x Cynthia Calvillo
Peso-leve: Evan Dunham x Adversário a ser anunciado
Peso-meio-médio: David Zawada x Anthony Rocco Martin
Peso-médio: Zak Cummings x Andrew Sanchez
Peso-palha: Mackenzie Dern x Ariane Sorriso
Peso-leve: Alan Nuguette x Frank Camacho
Peso-meio-pesado: Ovince St. Preux x Ion Cutelaba
Peso-leve: Roosevelt Roberts x Matt Frevola
Peso-pesado: Raphael Bebezão x Alexander Romanov
Peso-pena: Danny Henry x Peter Barrett
Peso-pena: Billy Quarantillo x Gavin Tucker
Peso-galo: Brett Johns x Montel Jackson

Por Combate.com — Lincoln, EUA



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário